ESTUDO LABORATORIAL DO COMPORTAMENTO A COMPRESSÃO DO CONCRETO: SUBSTITUIÇÃO DO AGREGADO FINO, POR PÓ DE VIDRO, RESÍDUO PROVENIENTE DA FÁBRICA DE VIDROS, DO MUNICÍPIO DE RAPOSA-MA.

ESTUDO LABORATORIAL DO COMPORTAMENTO A COMPRESSÃO DO CONCRETO: SUBSTITUIÇÃO DO AGREGADO FINO, POR PÓ DE VIDRO, RESÍDUO PROVENIENTE DA FÁBRICA DE VIDROS, DO MUNICÍPIO DE RAPOSA-MA.

O presente trabalho trata-se de um estudo laboratorial que introduziu o pó de vidro proveniente de um resíduo industrial, no concreto e avaliou o comportamento mecânico do material a compressão. O uso de agregados alternativos, principalmente quando estes são resíduos torna-se relevantes ao que tange questões ambientais, primeiro por que direciona um material antes inutilizados, segundo por que minimiza a extração de agregado convencional. O pó de vidro foi inserido de forma gradativa a fim de substituir o agregado miúdo convencional, possibilitando uma destinação a esse resíduo. Foram elaborados traços com 10%, 20% 30% e 40%, além do traço de referência e os mesmos foram submetidos ao ensaio para avaliar a resistência a compressão. O estudo laboratorial foi realizado na Universidade Ceuma campus Anil e os resultados permitiram identificar que nenhuma das misturas com substituição apresentaram resistência superior a dosagem sem substituição, contudo dentre as dosagens alternativas a que apresentou um comportamento melhor foi a 30% de substituição. Considera-se que o objetivo do trabalho foi alcançado pois foi possível avaliar o desempenho do concreto submetido a essa adição.

Palavras-chave: Concreto. Pó de vidro. Resistencia. Compressão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *